Pesquise sobre Imigração Canadá

Pesquisa personalizada

École de français québécois

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

CÉGEP - LIMOILOU / Curso de integração para enfermeiros em Ville de Québec!!

Minha genteeeeee vorteiiiii toda bagaçada hahahaah!!! Começou a bagaça do curso no Cégep :o !!! vou falar tudoooooo pra vcs com fotinhas e tudo mais hehehehehe. Vumbora entoncesssssss.

Meu curso começou dia 18 de agosto. Depois de ter passado pela palestra de informaçao dia 5 de março e entrevista 30 de abril,  recebi o resultado de que havia passado na entrevista no dia 05 de maio e que estava na próxima turma.



Foram 110 entrevistados para 60 vagas. Muitas enfermeiras e enfermeiros vindos de Montreal fizeram a entrevista junto com o pessoal de Ville de Québec.

1. Informações do curso 2014 Cégep Limoilou - Ville de Québec:

  • Início 18 de agosto 2014 à 13 de fevereiro 2015
  • Carga horária 615 h divididas em teoria e prática
  • Horario: segunda a sexta das 9:00 às 16h / 8:30 às 15:30h com uma hora de almoço.
  • Teoria: Trabalhos, exames, prática em laboratório:
  • Estágio: Prátrica em meio hospitalar. Início em 02 de dezembro até 13 de fevereiro.
  • Gastos com material, incluindo livros, uniforme para estagio, estetoscopio e taxa de matrícula na ordem (uma permissao para estar no meio hospitalar) Total: $ 1.225,56.
  • O cégep empresta 7 livros da biblioteca para que os alunos levem pra casa e só devolvem no final do curso.
  • O cégep oferece um curso de ajuda no francês aos alunos do curso de graça uma vez por semana.
  • A turma foi dividida em duas turmas com 30 alunos cada.
  • Você solicita a bolsa de ajuda (Prêt et bourse) e recebe pelos meses estudados mais ou menos uns 800 dólares, uns podem receber pouco mais e outros um pouco menos, depende do seu imposto de renda e se vc tem filhos.





  























































































2. Assuntos do curso:

- Éthique et Déontologie
 - Fonction de travail
 - Législation
 - Terminologie
 - Amélioration et maintien de la santé
 - Démarche de soins
 - Plan Théraupeutique infirmiers
 - Système respiratoire: Pneumonie, MPOC, Asthme
 - Système digestif: Maladie Crohn, Colite ulcéreuse, Cholécystites, Hépatites, RGO, ulcère gastro-duodénal.
 - Système cardiaque: Angine, infarctus, insuffisance cardiaque, oedème aigue du poumon.
- Système Urinaire: Infection urinaire, pyélonéphrite.
- Système neurologique: AVC, traumatisme crânien.
- Système endocrinien:diabète et insulinothérapie
- Système ostéoarticulaire: fracture de hanche et ostéoporose.
- Administration sécuritaire des médicaments.
- Médication per os, SC, IM
- Signes vitaux, P.V. et hémoculture
- Asepsie, champs stérile, pans, sec, drain.
- Examen clinique abdominal
- Cathétérisme vésical
- Néoplasie : Pulmonaire, HBP- Cancer de la prostate, cancer sein, utérus, colorectal.
- Tubage gastrique
- Thérapie I.V: installation d'une perfusion
- Mesures de prévention des infections
- Pans de cathéter centraux
- Infection à bactéries résistantes SARM- ERV- CDIF
- Médication intra-veineuse
-Généralités sur le vieillissement















3. Alguns dos livros que usamos:










4. Minhas primeiras impressões:

Meus colegas são de várias nacionalidades: Camarões, Costa do Marfin, Filipinas, Russia... Metade da sala composta por homens. Na minha turma tem mais 2 brasileiros além de  mim.

No início tive muito medo, pois você se sente deslocada, não sabe onde está se metendo e com quem está se metendo hehehehe. A minha primeira professora é uma senhora, ela deve ter uns 70 anos , e eu só entendia 80% do que ela falava porque ela tinha uma pronúncia muito difícil hahaha, fiquei doida, pensei: Meu Deus vou me lascar! Como eu vou fazer esse curso se não entendo o que essa veia fala? Jesusssss, pânico!!! Meus colegas todos falando francês como língua materna,  agora foi que deu meu paiiiii, Pânicoooooooo !!!! Acabou o primeiro dia de aula ... cabeça explodindo, coração acelerado, olhos esbugalhados, cabelos despenteados, parecia que estava saindo de uma guerra. Eduardo me perguntou como foi meu primeiro dia, eu quase mordi o braço dele de nervoso hahahahaah. Não pergunte nada homi de Deus, se não eu não respondo por mim.

Segundo dia já sem esperanças na minha vida ... Meu Deus o que vou fazer ? Não entendo o que essa veia fala, todo mundo na sala perguntando, comentando sobre o assunto que estava sendo dado e eu quase me enfiando debaixo da mesa para nínguém me mandar falar nada... socorrooooooo, quero minha mãe hhahahahahaah.

Terceiro dia, já indo com o coraçao na mão, angustiada, medo tomando conta de mim, de fracassar, de não conseguir, de dar alguma merda... Como vou falar com o paciente? Como vou entender o paciente? Como vou escrever no prontuárioooo?  Meu Deus, me ajudeeeee!!! Pausa pra oração né minha gente? Senhor meu pai me ajude, não estou conseguindo me controlar.... Choro na garganta... Sinto um puxão como se alguém me dissesse: Oniraci Marinho, vc é uma mulher ou um saco de batata?? Se controle mulher ! Está na hora de lutar, de vencer os medos, de enfrentar as coisas, ouxi, ficou maluca foi? Tome vergonha na sua cara e vá enfrentar tudo haahahahahah. Prontooooooo, eu disse: Medo seu miserávi, venha cá que vou lhe usar ahahahahah. Comecei a aceitar minhas limitações e os dias foram passando e fui me integrando, conhecendo meus colegas que são maravilhosos, principalmente os meus coleguinhas da África, super divertidos, perguntam o tempo todo, falam coisas muito interessantes, a aula é bem divertida com eles. Eles tem o maior cuidado comigo que ainda não falo muito bem o francês, me dizem: não se preocupe com o francês, não estamos aqui pra te avaliar, mas pra tentar te entender, fale que a gente vai te ajudando e te corrigindo. Ownnntiiii minha gente como não gostar e se sentir a vontade com meus coleguinhas?? Um??? São muito educados e simpáticos.

Digo a vcs que está sendo uma experiência maravilhosa, estou conhecendo muitas culturas diferentes, aprendendo a respeitar o limite de cada um, a conhecer o meu, vencendo meus medos, encarando tudo com muito bom humor, levando as dificuldades para o lado da aprendizagem. Cada dia é uma nova descoberta, um novo conceito que nasce em mim. Aprendi a me respeitar, a me conhecer, a buscar o meu melhor. Aprendendo sobre as dificuldades que existem pelo mundo e que vc não conhece, vendo que seu problema é tão pequeno em relação ao do seu colega do lado, e ver ele chegar todos os dias com um sorriso no rosto. Esse sim é o melhor aprendizado deste curso minha gente. Ainda vou aprender muito na área da enfermagem, mas o principal aprendizado é esse que estou tendo a cada dia com meus colegas. Agradeço a Deus por ter me colocado em uma sala com pessoas tão especiais, simples, mas extremamente especiais!

O início curso é muito cansativo, o dia todo dentro de uma sala de aula, onde vc aprende sobre história da enfermagem, do Québec, leis, códigos... muita informação e em outra língua... Você chega em casa podhi, phodi, mas não pode amolecer pq ainda tem casa pra cuidar, comida pra fazer pra levar no outro dia, pra vc, pros meninos e pro marido, ainda tem que estudar para as provas e fazer os trabalhos que valem nota e não esquecendo que vc tem que continuar estudando o francês. A impressão que eu tenho é que quanto mais eu estudo mais eu tenho certeza que não sei bulhufas haahahahah. Mas vamos lá, força na perucaaaaa, porque tudo vai valer a pena, na verdade já está valendo, uma experiência maravilhosa onde vc aprende que vc não era quem vc pensava... é muito mais!







PS: Me desculpem por não responder rapidamente as mensagens, mas não se preocupem que uma hora eu respondo! Prometo que vou fazer um vídeozinho mostrando o cégep e coloco aqui.

Beijinhus fufucussssss
Oniraci




16 comentários:

Diogo Tavares Morais disse...

Acabei de ler e dei altas risadas por aqui, mas é isso mesmo, a gente só vai ver o que é francês mesmo nessas horas, aí sim o buraco é mais embaixo, mas se vc já está à entender 80% do que a prof fala isso é ótimo, já está muito à frente de muitos pode crer!, além do mais essas pessoas mais velhas falam com a boca fechada o que dificulta ainda mais, quanto ao pessoal da África já desisti de entender o que eles falam parece outra língua intraduzível(se esta palavra existe, rsrsrs).Boa sorte desde já!

Eduardo e Oniraci disse...

Isso mesmo Diogo, vc disse tudo, ela fala pra dentro e eu disse isso a ela rsrsrsrs. Sobre o frances da África, tem dias que eu entendo alguma coisa e tem dias que eu fico voando ou então só dou risada só pra ser educada, mas não entendi foi bulhufas hahahaha!! Obrigada pela bizoiada aqui no blogue!! boa Sorte pra gente!!
beijinhos

Fabiana Grande disse...

Mas que linda! Obrigada por contar tudinho!! Fico me imaginando, acho q vou ficar doidinha hahahaha imaginei a cena dei mtas risadas hahaha ótimo post como sempre. Continue firme e confiante, como vc mesma disse, somos capazes de coisas que nem imaginamos! Vc vai longe! Bjinhos!

Eduardo e Oniraci disse...

Obrigada Fabi pela força!!! E doidos somos todos só por entrar nesse processo maluco rsrsrsrs
beijinhosss

glória disse...

minha querida, vc como sempre tão guerreira, e generosa ao lembrar-se de seus colegas de profissão que precisam destas informações que vc passa, vou indicar seu blog, é claro! félicitations!bisesssss...

la vie est belle dans la belle province disse...

parabéns! tb me considero sua madrinha-virtual, sua e da Eneida!!! :-)

Eduardo e Oniraci disse...

Glória é Gloria terra???

Eduardo e Oniraci disse...

Gabiiiiii, ouxi, pois pode ter certeza que é!! Desde o Brasil me dando dicas, se hoje escrevo tudo nesse blog é por sua causa. Sempre foi difícil encontrar informaçoes sobre o processo de enfermagem, mas vc sempre pronta a ajudar com suas explicações e dicas. Foi a primeira pessoa que me mandou fazer o curso. Sim, sim, tbm considero como minha madrinha!
beijinhos :)

Anônimo disse...

Oniraci maravilhosa, força na peruca!!!Estamos torcendo muito e aprendendo junto com você. muito obrigada por tudo e com certeza vai dar tudo certo e você vai vencer mais fase!!!Fique com Deus e boa sorte!!!Estamos torcendo!!!bjos

Michele Magalhães disse...

Oniraci quando leio seu post vejo o quanto vc é uma mulher com garra, dedicada e tenho muito orgulho mesmo de saber que mesmo com tantas adversidades vc está indo em frente! parabéns! quando vejo sua trajetória para conseguir chegar no canada e esses 1 meses fico com forças para ir em frente também pq trabalhar a noite, cuidar de criança de 1 ano e 8 meses, casa e marido não é fácil
torço muito pela sua família e espero um dia te conhecer pessoalmente no canada é lógico e que possamos trabalhar juntas nessa profissão tão linda que é a enfermagem!
parabéns e muito obrigada por ser meu incentivo de uma vida melhor para minha filha e minha família
beijos
michele

YANNE GARAJAU disse...

Ótima postagem!! Parabéns pela atitude de compartilhar tudo com a gnt!! Fé e força, que Deus ta na frente abrindo os seus caminhos!! Vai dar tudo certo para vc!!
Bjos
=)

D2cs2000 disse...

E vc sabe alguma coisa ou tem algum contato, relato, blog...sei la...qualquer coisa na área de radiologia??? Como se chama o conselho de radiologia daí???? Site sobre o assunto...enfim. ..algo q eu possa me espelhar...minha esposa ja tem vc pois vc é enfa como ela...mas eu nao tenho nenhuma referencia.....Haaaa vc saiu daqui falando fluente???? Quando chegou aí?????

fernanda domenegheti disse...

Olá! Estou acompanhando as experiências e adorando os depoimentos! Estou pensando em começar o processo... o que poderiam me orientar? Sou enfermeira não sei nada de francês...
Obrigada
Fernanda

Junior Santana disse...

olá, assim como vc, sou formado em Enfermagem. Fiquei sabendo dessa oportunidade recentemente, e desde então venho fazendo inúmeras pesquisas. Foi onde cheguei a seu blog...

gostaria de saber qual o primeiro passo para eu conseguir trabalhar como Enfermeiro no Canadá?

mariana Alves disse...

Oi!!!
Me informaram que esse blog poderia me auxiliar.

Sou brasileira e estou a procura de emprego na área de saúde no Canadá, soube que por ai estavam precisando de pessoas para trabalhar nesta área.
Lembrando que estou me formando como técnica em enfermagem.
Espero que possam me ajudar e fico aguardando um retorno de vocês.
Desde já agradeço.
Mariana Alves.
OBS: Se alguém poder me ajudar ficarei muito grata, pois tenho somente alguns messes para me organizar e não conheço muito do Canadá.

Anônimo disse...

Mulher eu adoro esses seus post...kkk achei teu blog agora, pesquisando milhões de coisas sobre o Canadá...
Vejo vc ai toda feliz e só me incentiva a ir logo... Eu querooooo.....
To macumunada com meu marido para irmos no ano de 2016.. rsrs Só eu e ele.... Estamos na saga do Francês... só Jesus....
bjos
jaque