Pesquise sobre Imigração Canadá

Pesquisa personalizada

École de français québécois

sábado, 31 de maio de 2014

Equivalêcia de Enfermagem - Ville de Québec - OIIQ

Alouuuuu povo de Deus! 


Hoje consegui um tempinho pra escrever um pouco sobre a equivalência de Enfermagem aqui no Québec. O tempo ta curto demais, pois estamos estudando muitooooo rsrsrsrs... Mas vamos lá, isso é pra outro post.

Como tem muita gente me perguntando sobre a equivalência, resolvi fazer um post com fotos e explicando um pouco do que eu sei. Vou dividir em alguns posts pra não ficar muito grande. Espero que ajude!!


Equivalência Enfermagem:

1.Duas fases em dois órgãos:

MICC - Serve para analisar seus estudos e dizer qual seu nível de escolaridade. Esse ano a OIIQ passou a exigir que os documentos acadêmicos passem antes pelo MICC para esta análise antes de dar entrada na OIIQ. No site do MICC tem os dois formulários e os documentos que devem ser enviados. Copia passaporte, histórico escolar segundo grau, diploma e histórico escolar da faculdade. Todos traduzidos e com o formulário de pagamento de 112 dólares. ( não sei se ainda é esse valor)
Carta de resultado
da equivalência.



*O MICC fará sua equivalência e após o resultado, ele enviará para a ordem dos enfermeiros para adiantar seu processo, pois enfermeiro é prioridade na equivalência. Quando você dá entrada na OIIQ vc receberá uma carta da Ordem para você enviar para o MICC para dar prioridade na avaliação de seus documentos.

-Documento de Equivalência do meu diploma de Enfermeira:


OIIQ
1) Solicitar os formulários através do e-mail bureau-registraire@oiiq.org

2) Sao quatro formulários e cada um com sua especificidade. Um vc preenche, outro o Coren, outro a Faculdade e outro seu empregador (se for o caso). Cada um desses deve enviar seu formulário. Em ambos os casos, tanto no MICC como na OIIQ os documentos devem ser traduzidos por um membro juramentado de Quebec, membro da OTTIAQ. Não pode ser qualquer tradutor.



-Alguns modelos dos formulários da ordem (esse é o antigo, já tem uma versão nova):



-Caderno de informaçoes da OIIQ que vc recebe quando vc solicita os formulários:









*Você pode dar entrada no seu processo de equivalência ainda do Brasil sem problemas! Tanto no MICC como na Ordem dos enfermeiros! Eles não pedem nada que comprove sua residência no Canadá! Atualmente o processo de equivalência está levando em média 8 meses de análise somente no MICC !
 -Parecer da ordem dos Enfermeiros do Québec OIIQ:




2.Após receber o ok (parecer) da OIIQ:

A OIIQ pode te dar 2 opções: Estágio de 30 à 45 dias ou o curso de integração para enfermeiros ( CEGEP) e pode também ser exigido que você refaça algumas matérias dependendo da sua carga horária no Brasil. Se a carga for abaixo do exigido, geralmente eles solicitam matérias como por exemplo saúde do idoso e psiquiatria.

Lista de Cegeps
CEGEP-   6 meses de duração. Durante o curso vc recebe uma bolsa (prêt et bourse) de ajuda de custo não sei ainda quanto é, mas acredito que seja em torno de 700 dolares por mês. Vc vai aprender os fundamentos de enfermagem, terá estagios em hospitais, tudo que já fizemos na faculdade ... Para entrar no CEGEP você precisa aguardar a abertura das incrições, convocação para entrevista e aprovação na entrevista para avaliar seu nível de frânces e seu conhecimento em enfermagem (procedimento em Ville de Quebec). Essa última turma para início em Agosto/2014 foram 110 pessoas entrevistadas para 60 vagas. 


- Palestra de integraçao para os Enfermeiros aqui no Cegep de Limoilou em Quebec:

1- O curso inicia em 18 de Agosto de 2014 e vai até 13 de Fevereiro de 2015.
2- São 4 Matérias- session 1 ( Para quem a ordem não solicita que completmente alguma matéria a mais)com a carga horária de 615h(foto em anexo das matérias).
3- Enfermeiro ganha em média de 22 à 32 dolares a hora.( já trabalhando)
4- Nas matérias a carga horaria será dividida em prática e teoria(estágios em hospitais também).
5- O horário do curso pode variar um pouco segundo M. Poulin, sao 6 horas por dia de aula, ( 8 às 16 ou 9 às 17).
6- Após se inscrever e pagar uma taxa(80$ +55$), vc ainda passará por uma entrevista para que ele possa avaliar seu frances e dizer se vc será aceito ou nao para fazer parte desta turma!
7- 70% das pessoas que estavam lá eram de montreal e 60% eram homens!! Nunca vi tanto enfermeiro junto assim rsrsrsrr


      


Estágio: A OIIQ lhe dirá quais os setores que vc pode estagiar dependendo da sua experiência no Brasil- Clínica médica, Cirúrgica, UTI, Emergência, etc... Enquanto vc faz o estágio vc recebe em média 18 doláres a hora.

* Durante o Cegep e/ou Estágio vc estará sendo avaliado, recebendo notas pelo seu desempenho. 

-Grade de avaliação,tudo o que vão te avaliar no estágio e no curso:
















3.Após estagio e CEGEP:

O curso ou o estagio enviará o resultado de sua avaliação para a OIIQ. Após 3 meses recebida a sua avaliação (se positiva), a OIIQ te convocará para fazer a prova da Ordem. Você tem 3 chances para passar na prova. Se não passar pode tentar ser outra coisa aqui no Québec ou mudar de provínicia.

* Farei outro post explicando um pouco sobre a prova e livros para estudo.

4. Enquanto vc espera para fazer a prova da Ordem:

Após o estágio ou Cegep, você poderá ser CEPI, não é enfermeira, mas é quase, só não recebe como enfermeira, recebe um pouco menos e será supervisionada. O hospital que vc fez estágio, se tiver interesse, já pode te contratar para ser CEPI, esperando que vc faça logo a prova pra te contratar como enfermeira. A prova da ordem acontece apenas 2 vezes por Ano. Então, dependendo de quando vc acabe seu curso, vc terá muito ou pouco tempo para estudar.

* você paga como no Coren, para ter a permissão de trabalhar

Espero ter ajudado...
Beijinhos fufinhussss

31 comentários:

Unknown disse...

Vc ajudou bastante a "clarear" o processo de imigração para enfermeiro. Para mim, era tudo muito nebuloso...rsrs...vai nos contando mais conforme você for avançando. :D
Também sou enfermeira, baiana e com muito vontade de imigrar....

Raquel Frazao disse...

oi Oniraci, gosto muito dos seus textos, faz tempo que vc não escreve. rs Me tira uma dúvida, dá entrada primeiro no MICC e só depois na OIIQ? abraços Raquel

Eduardo e Oniraci disse...

Raquel vc pode dar entrada nos dois de vez. Se vc der entrada na ordem primeiro, ela de qualquer jeito só vai analisar seu dossier depois do resultado de equivalencia do MICC. Eu dei entrada nos dois e depois a ordem me mandou uma carta pra enviar pro MICC pedindo prioridade na minha avaliação, então eniviei depois, mesmo de já ter enviado todos os documentos que o MICC exige! Acoselho a dar entrada nos dois juntos ( se não for muito puxado pra vc pagar de vez).

Diogo Morais disse...

Olá Oniraci, devo dizer que seus postes sobre a equivalência estão muitos completos e bem explicados, gostaria que você falasse sobre o livro de preparação para a prova da OIIQ, se mudou muito, e como são as questões que eles proporão,além disso, o teste de francês é tranquilo?

Eduardo e Oniraci disse...

Oi Diogo,olha só eu ainda não fiz a prova, mas no livro são casos clínicos que vc responde de 1 a 4 perguntas por caso. Na verdade é mais a prática do nosso dia a dia, oos cuidados de enfermagem em um ppós -operatório de tal coisa, qual o procedimento de enfermagem para a adm de insulina... e por ai vai. O teste vc diz da entrevista para o Cegep? Se sim, foi tranquilo, ele te deixa bem a vontade pra que vc responda as perguntas. Ainda vou fazer um post apenas com os livros, as perguntas e mais informacões sobre a prova! logo,logo... espero rsrsrsr

YANNE GARAJAU disse...

Acompanho sem o seu blog, ja estava sentindo falta dos seus post.. Muito bom acompanhar a luta de voces, me dá animo para seguir meu caminho!! =)
Uma perguntinha.. So existe esses 5 CEGEPS para fazer os estagios??

OBRIGADA
tudo de bom.. Bjos!! =)

Eduardo e Oniraci disse...

Oi Yanne, Obrigada :)
Sim só existem esses cegeps para fazer o curso de integração para enfermeiros, os estagios do curso são como os estágios da faculdade... O Estágio mesmo como a outra opção que a ordem te dá vc pode fazer nas clínicas e hospitais que te aceitarem. bjs

Anônimo disse...

Obrigada pela disponibilidade e colaboração!!Tem nos ajudado muito!!!

FAMÍLIA MINEIRA DESTINO QUÉBEC disse...

Pessoal, muito obrigado pelas informações, tenho uma duvida sobre os documentos para enviar pro MICC, tenho que mandar somente esses documentos ou tem outros:
Copia do Passaporte;
Histórico segundo grau;
Diploma e histórico faculdade;
Precisa de identidade ou outro documento para enviar.
outra informação agora o valor da taxa passou para $113, obrigado.

Eduardo e Oniraci disse...

Olá família, no site do MICC ele explica direitinho o que vc precisa fazer e tem o check-list completo dos documentos necessários. É bom vc olhar pq pode ter mudado. Bjs

Fabiana Grande disse...

Mto bom, bem explicado! Sempre porreta! Clareou bastante as coisas! Abraços pra toda família! !!!

Raquel Frazao disse...

oi Oniraci, e seus filhos, como foi a adaptação deles? Eles falam em voltar pro Brasil? Eu também tenho um filho de 9 anos, a minha insegurança quanto a adaptação dele é grande. um abraço
Raquel

la vie est belle dans la belle province disse...

excelente explicaçao !!

:-)

CEPI = candidata ao exercicio da profissao de enfermeiro.
Exerce quase todas as atribuiçoes de enfermeiro e dependendo do local de trabalho, enfermeiros diplomados no exterior ja ganham como enfermeiros mesmo (meu caso, no CUSM eu recebia como enfermeiro com mais de 10 anos de experiência, mesmo sendo CEPI! = em geral os hospitais francofonos pagam como *CEPI* e depois de aprovada no exame da OIIQ, pagam a diferença de échelon salarial).

O que o CEPI **nao pode** fazer:
* avaliar a condiçao fisica e mental de uma pessoa num GMF (grupo de medicina familiar), numa UMF (unidade de medicina familiar), numa clinica privada, em triagem, em ambulatorio ou em serviços de CLSC

exercer a supervisao clinica e monitoring de:
gestantes à risco
pessoa em estado de choque, politraumatizado ou em reanimaçao num serviço de urgência (mas o CEPI pode partir o code e ajudar numa RCR!)
pessoa com monitoring hemodinâmico (Swan Ganz e aparentados)
iniciar medidas diagnostics e terapeuticas segundo uma Ordonnance collective (mas pode continuar uma vez que o enfermeiro autorizado iniciou, e mesmo ajustar)
iniciar medidas diagnosticas de depistage nos programas de saude publica
determinar o plano de tratamento de feridas (pode ajustar em negociaçao com a enfermeira)
efetuar vacinaçao (exige formaçao do PIQ)
dedidir sobre utilizaçao de medidas de contençao
ajustar o PTI (plan thérapeutique infirmier)para as atividades citadas acima
(versao original no site da OIIQ)

A supervisao nao é **mano a mano**, o que a OIIQ exige é que a CEPI tenha rapido acesso à sua supervisora, nao é como estagiaria que faz tudo sob a supervisao direta da professora. CEPI possui autonomia

Iv disse...

Nohhhhhhh adorei o blog!
So fiquei com uma dúvida:
Já que posso tentar validar o diploma ainda estando no Brasil, para isso posso fazer antes de entrar com o processado de imigração ou tenho q fazer depois ou durante? E tem algum prazo de validade se eles me disserem q terei q ou fazer estágio ou complementar os estudos?? Tipo: após essa resposta tenho prazo máximo pra cumprir ou posso me despreocupar e aguardar a finalização do processo de imigração???

Anônimo disse...

Ola minha duvida é a mesma da Iv...posso dar entrada na imigração e validação no MICC ao mesmo tempo? Ou preciso do CSQ ou visto de RP pra iniciar o processo no MICC????
OBRIGADA

Caroline Macedo Pias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroline Macedo Pias disse...

Oniraci os formularios da Micc e OIIQ precisam ser preenchidos pelo COREN E FACULDADE? Do que se tratam? E para encaminhar a validacao voce aconcelha ja ter um certo conhecimento do Frances?

VIDA disse...

Olá Oniraci, quero agradecer pelo blog repleto de informações valiosas e dizer que tenho adquirido muitas informações através desse canal.
Estou em processo de imigração para o Québec e gostaria de tirar algumas dúvidas com você.
Muitas pessoas tem me aconselhado a dar entrada na validação do diploma aqui do Brasil e chegar no Canadá já com a definição do que fazer, se estágio ou curso do CEGEP. 1. Isso é possível? se for, quanto tempo, mais ou menos levarei para conseguir atuar como CEPI, isso na média.
2. Tenho percebido em diversos relatos de colegas enfermeiros imigrantes, que na validação a maioria tem que fazer o curso do CEGEP e não vi nenhum relato de alguém que fosse encaminhado direto pra fazer o estágio. Você sabe o critério que é levado em conta para essa definição, se é por carga horária ou experiência profissional?
3. Vi que algumas pessoas disseram que trabalharam como PAB (espécie de atendente de enfermagem para cuidados de higiene e alimentação) para conseguir grana durante o processo do CEGEP. Você pode me confirmar se isso é possível mesmo, tendo um francês de intermediário para avançado?

Muito obrigado pela ajuda e que Deus abençoe vc e sua familia.

abs,
Erik :0)

Daniela Pereia disse...

Niraaaa, amei seu blog!!! Eh Dani, Enf da Ressonancia... Mto contente com as conquistas ai! Preciso do seu contato mulher,n tenho mais face... Bjooo grandee!!!

Raquel Salomao disse...

Oniraci lindo post!! Me ajudou muitooooooo!! Pois estamos aguardando o BIQ mandar notícias sobre nosso processo provincial que se iniciou em abril deste ano! Mas queremos adiantar nossa ida ao Québec, vamos pedir o visto de estudante (no caso meu marido). Bom saber que leva este período de 8 meses para análise da equivalência no MICC. Referente aos estudos complementares no Cegep é tranquilo? O ritimo de estudos é puxado? O entrosamento com os colegas é mais difícil? Tem algum brasileiro na sua turma? beijos e parabéns!! Sucesso sempre!

Eduardo e Oniraci disse...

Gabi, vc como sempre ajudando a completar... Obrigada!!!:)

Eduardo e Oniraci disse...

Raquel, a adaptação foi ótima, eles se adaptam muito rápido e aprendem o francês em uma velocidade incrível. Estão indo muito bem na escola e dizem que nao querem voltar de jeito nenhum rsrsrsrs.
beijos

Eduardo e Oniraci disse...

IV, após a decisão da ordem vc tem 2 anos de validade. Após isso vc tem que fazer toda a validação novamente. Eu esperaria o CSQ pra poder enviar. Pelo menos no meu tempo( 2013) demorou quase 2 anos meu processo ai do Brasil.
Beijos

Eduardo e Oniraci disse...

Caroline, eu explico direitinho no blog cada etapa do processo de validação, da uma bizoiada. Na OIIQ cada instituição preenche o seu respectivo formulário :)
beijinhos.

Eduardo e Oniraci disse...

Oi Vida, olha tem alguns posts que falo sobre a validação ainda do Brasil, dica da Gabi que me ajudou muito. sobre ser CEPI, depende do que a ordem vai mandar vc fazer, o curso ou estagio.Curso vc vai ter que esperar o inicio dele e ainda passar na entrevista. Estagio vc tem que rezar pra te chamarem... a ordem me deu a opção de estágio de 30 dias ou o curso no cégep de 6 meses. Os critérios eu não sei, mas acredito que depede da avaliadora que vai pegar seu dossier, pq tem gente que consegue estagio sem ter experiencia, quem tem experiencia nao consegue estagio e por ai vai... Isso é realmente difícil de dizer.

Beijinhos e boa sorte :)

João Reis disse...

Oniraci

Tira uma duvida minha por favor, pesquisei o formulário que devia enviar ao MICC e encontrei este aqui, segue link:

http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/formulaires/formulaire-titre/evaluation-etude/marche-suivre.html

seria esse mesmo?

desde já agraceço

Daniele disse...

Olá Oniraci...menina, só Deus mesmo pra renovar suas forças a cada dia heim! Que jornada!!!Mas quando confiamos Ele nos dá sempre o melhor caminho.Queria saber se todo esse processo serve também para o técnico em enfermagem ou só para quem fez faculdade de enfermagem? Eu faço o curso técnico e queria saber como devo proceder depois que tiver o Coren. Obrigada por compartilhar um pouco de tudo isso conosco.

Elis Carla disse...

Olá Oniraci!
Tudo bem? Moro em Salvador e estou planejando a imigração pra 2017. Em que período seria ideal eu dar entrada na equivalência do Diploma, mesmo estando ainda aqui no Brasil? Teria que dar entrada nos dois órgãos. Achei tudo bem confuso. E quando estiver já em Québec, pode fazer por aí o processo? E você tem alguma indicação de alguém que traduza para o francês?

Grata, aguardo retorno!

Soraya Pais disse...

Olá Oniraci! Quantas informações!!! Obrigada por compartilhar!

Sou enfermeira e estamos planejando imigrar para o Canadá em 2017. Iremos em Quebec em Setembro/2015 para conhecer e sentir como é a vida aí.

Mande mais novidades... Clareia muito as idéias com suas postagens!

Abraços!

Unknown disse...

Ola Oniraci!! Adorei seu post, deu p ter uma ideia bem ampla sobre os processos q deveram ser enfrentados!!! Tenho uma dúvida, mas no sei se você poderá me esclarecer. Eu e meu marido somos Técnicos de enfermagem e gostaríamos de saber se o processo para técnico é o mesmo que você descreveu para enfermeiro? Desde já agradeço!
Abraços
Aline e Marco

Anônimo disse...

OLá Oniraci!! Através de um casal amigo meu que ja moram no Canadá a mais de 5 anos cheguei a estas postagens de vocês. Muito esclarecedora para quem desejar migrar para este país. Me chamo Judson Cesar, Sou Pós graduado em Ed. Física e sempre tive interesse em morar fora do Brasil. Na enfermagem tenho a formação como técnicos e até pouco tempo trabalhei com a enfermagem do trabalho. Minha dúvida é se existe alguma facilidade para esta migração sendo Técnico em Enfermagem? Te agradeço e desejo um abençoado ano de 2016