Pesquise sobre Imigração Canadá

Pesquisa personalizada

École de français québécois

domingo, 5 de outubro de 2014

Minha rotina de PAB ( Préposée aux Bénéficiaires ) em Ville de Québec


Alou, Alou meu povoooo!!! Hoje vou falar um pouquinho da minha rotina como PAB aqui no Québec. Vou falar o que EU faço lá onde trabalho, então, não é o que todo PAB faz...

Posto de enfermagem
Mas antes de falar sobre ser PAB queria falar algumas coisinhas a mais. O pessoal está me perguntando muito sobre as dificuldades que encontrei, as frustações, arrependimentos... Bem... Vou dizer uma coisa para vcs, não venham não que aqui o bicho pega !! haahahahah , brincadeiraaaaaa! Olha, vou ser sincera... Não é fácil, mas tbm não é o fim do mundo. Tudo depende de como vc encara cada desafio. Acredito muito que tudo é válido quando vc está aberto a aceitar determinados desafios... 

Quando chegamos aqui colocamos os meninos na escola, Arthur na garderie e Duduzinho na escola. Não foi fácil, muitas vezes o coração doía em imaginar como meus filhos estavam se sentindo com tudo isso, com toda essa mudança. Não foi só a gente que enfrentou medos, eles tbm. Às vezes Arthur voltava chorando dizendo que queria ficar em casa, ele me dizia que ninguém entendia ele, ele sentia muito medo, não queria dormir sozinho, roia as unhas, vivia perguntando o tempo todo tudo que a gente iria fazer daqui a 5 minutos, com medo do que estava por vir... Não foi fácil. Eu via Duduzinho ir pra escola com insegurança por nao falar francês ainda, por não saber que tipo de colegas iria encontrar, via o olhar do meu filho com medo, se pudesse entrava dentro dele pra enfrentar tudo por ele. Rezava todas as noites, chorava , pedia a Deus pelos meus filhos, que ele me desse força e coragem pra poder dar um equilibrio nessa fase aos meus filhos. Eu e Eduardo conversamos muito, sempre, sempre estamos tentando achar um jeito de fazer com que tudo pareça simples para os nossos filhos, fazer com que eles entendam que o medo faz parte da vida, que ele nos impulsiona, nos faz crescer e que com ele conhecemos coisas em nós mesmos que não conhecemos se não enfrentarmos esses medos. 

Eu e Eduardo procuramos logo um curso de frances já que optamos por não fazer a francisação. Nos matriculamos na Université Laval e, como ela só começava em janeiro, procuramos um curso para para não ficarmos parado.. E assim fomos pro Phenix até Janeiro. Acordávamos às 5:30 da manhã, nos arrumávamos depois acordávamos Arthur pra deixar ele na garderie (que só abria às 7:30) e nossa aula começava às 8:20. Deixávamos Arthur na garderie e corríamos pro ponto pra pegar o ônibus que passava às 7:44. Lembrando que já estava nevando, era uma loucura ... haahahah. Uma correria danada!! Duduzinho ficava em casa se arrumando e ia pra escola com aquele onibus amarelo (adoro aquele ônibus, acho a coisa mais fofa heeheh). A gente tinha aula no Phenix até as 12:30, a gente voltava pra casa com o 801 que levava 1h pra chegar em casa.. morrendo de fome.... Se alguém colocasse o braço na minha frente eu mordia ahaahahah. Muitaaaaaa fome gente afff! Aí chegava em casa quase às 14h, comia, fazia o dever do dia seguinte de francês e as 16h já estava na hora de pegar Arthur. A gente pegava arthur  e eu ia pro CAFI ( Outro curso de francês que o governo dá pra ajudar os imigrantes no CEGEP). Eu chegava lá às 17:30 e saia às 20:30h... Tinha um professor que me ajudava nas minhas dificuldades no francês, gostei muito e foi o que me ajudou a começar a entender e falar esse bendito francês Québecois rsrsrs. Chegava em casa umas 10 e preparava a comida do outro dia, ia dormir pra começar tudo de novo... Depois Eduardo começou a trabalhar a noite inteira !! Pior, passava a noite em claro no trabalho e a gente ia direto para a Laval sem pregar o olho .... Eitaaaaaa 

As aulas na Laval começaram e a rotina era quase a mesma, a diferença era que na universidade as aulas eram muitoooooooo puxadas, muitos exercicios, trabalhos, provas, muita cobrança, as vezes eu achava que não ia conseguir ... A cabeça parece que vai parar, se chorei??? váriaaaasssss vezes, eu dizia a mim mesma: Pelamordedeus Oniraci pq diabo vc foi fazer isso? Isso tudo está muito dificil, to cansada, quero dormir só. hahahaahha só uma dormidinha gente hahahaha. Me sentia com estafa mental e o físico apenas seguia as ordens... foi muito estresse, muita coisa pra vc saber controlar, casa, filhos, estudo, familia.. Você acha que não vai conseguir, que não vai dar conta. Eu quero minha maeeeeeee hahahahah.

Todo dia era um novo desafio, um medo a dominar, uma nova descoberta de vc mesma... Vc aprende a mudar, a se tornar mais forte, mais confiante, vc percebe que muitas pessoinhas dependem de seu equilibrio, vc não tem o direito de cair, levante mulher vamos lá...

Chega o Cégep, acaba o curso na Laval. Quanto tempo de férias? uma semana rsrsrssr, ai la vem bagaça de novo, Cégep, curso de enfermagem, francês de novo, o maldito, o miseravi que me persegue haahahah. Acordo as 6:00 me arrumo , acordo Arthur, Eduardo, vamos gente corre, estamos atrasados. Eduardo tem aula ãs 8:30 e eu tbm, Arthur pega a escola ãs 8:00, então...??? Correeeeeeee se não , não vai dar tempo, resultado, chegamos quase todos os dias alguns minutos atrasados, ele mais que eu rssrrs.( aqui  povo é pontual!! Afff!)

Minha aula é de 8:30 as 15:30, afff muito cansativo gente, de verdade, tem dias que vc procura energia e não encontra, o cerebro para, não entra mais nada, e vc fica lá no mundo de Bob viajando, só vendo o movimento da professora, mas não escuta bulhufas ahahahah. Ai ela diz: prova, trabalho, :o!!! Oh povo que adora um trabalho, vou lhe dizer viu, esse povo não tem familia não?? Jesus, me deixe em paz, afff rsrsrs. Ai vc chega em casa tem que estudar, fazer comida, ouvir a conversa de Arthur que não para de falar um  minuto, ai Duduzinho vem contar o dia na escola, e vc pede só 5 minutos de silencio, só 5 minutinhos genteeeeee, to ficando doidinhaaa haahahah. E pra completar vc me inventa um trabalho aos fins de semana, pra lascar logo com tudo né? Ok ta certo, miseravi rsrssrsr.

Ai me perguntam, foi dificil?, vc se arrepende? Pq vc é assim tao feliz? Pq sorri tanto? Eu respondo: porque acredito que tem um cara lá em cima que não me deixa sozinha um minuto, que está sempre de olho, dizendo: olhe dona moça tô de olho na senhora vuuuu? Acredito em uma força maior que está no comando de tudo. Acredito que ele não me mandaria nada que eu não pudesse suportar, acredito que tem alguém que me ama e faz tudo para meu bem, acredito que em nenhum momento da minha vida estou sozinha... não falo de religião nenhuma, falo daquilo que acredito, Deus, santo, energia.. o que quer que seja, hoje vejo ele como uma luz, amanhã como um homem loiro, outro dia moreno... O meu Deus é como eu quero que ele seja, amor e bondade. É nele que me espelho, que tento seguir... Tá dificil? Coragem, vc pode! Ta escuro? Acenda uma luz! Ta frio? Acenda um fogo! Ta calor? Ligue o ventilador, abra as janelas. Tente tirar uma boa lição de tudo que vc encontrar, tente tirar o lado positivo de tudo, principalmente das pessoas, tente olhar aquilo de bom que elas tem pra oferecer, tente ser melhor que ontem todos os dias, seja boa, simpatica, amável, seja feliz, seja vc apenas. Queira fazer seu trabalho bem feito, acredite que vc sempre pode mais do que imagina. Vc pode dar uma palavra de carinho, de consolo, de amizade. Pode fazer alguem rir, chorar, se orgulhar dela mesma.... Seja diferente daquilo que vc conhece, seja sempre o melhor para as pessoas. Mude o seu ambiente, transforme a sua energia naquilo que vc acredita, ouça seu coração, pq ele é o melhor despertador que nos faz acordar e lutar pra uma mudança positiva!

Então gente vc não vai me ouvir dizer coisas ruins, pode ouvir que estou cansada, me vê algumas vezes calada... mas logo passa, pq sou assim, positiva, acredito sempre, e quando digo sempre é sempre! E sim, sou feliz , cansada, mas feliz haahahah. Choro, me desespero, mas daqui a pouco me sacudo e volto ao meu normal, isso faz parte, vc precisa cair pra levantar, o que não pode é permanecer caída. Se está dificil, caia, chore, grite, mas depois levante e levante com tudo. Somos capazes de mudar aquilo que acreditamos, a nossa verdade sempre será nossa.

Bem, depois de tanta melação vamos ao que interessa eheheheheh PAB!!! 


Chego às 7:30 e saio às15:30, são dois prédios A e B com 9 andares com 15 apartamentos cada andar... No lado A são pacientes autônomos (nem todos rsrsr) e lado B são os semi-autônomos. No meu primeiro dia com já havia dito fiquei no prédio B com os veinhos fofinhos de Alzheimer... São 2 PAB's neste setor no turno da manhã, a gente vai acordar os fufuquinhos, ajuda a levantar, abre as cortinas, ajuda a levar eles no baheiro, chegando lá a gente da aquele banho de gato (molha as toalhinhas com agua e sabão, passa nas costas, braços, peito e depois limpa as partes íntimas... tudo isso no vaso sanitario. Alguns não conseguem se limpar sozinhos então a gente faz, trocamos as fraldas, as roupas, colocamos os sapatos, penteamos os cabelos, maquiamos, ficam um fufuquinhos rsrsrs. Após levantar e dar banho, levamos eles pra uma salla grande onde tem uma mesa pra eles comerem, damos o café da manhã, como alguns não conseguem comer damos na boca mesmo. Depois disso, levamos todos pro quarto e levamos ao banheiro novamente pra fazer aquelas coisinhas cheirosinhas ahahahahaha! E tome mais fralda, mais talquinho, e pomadinha no bumbum. Pegamos as roupas sujas e levamos pra lavar. Voltamos, limpamos a sala, a mesa e alguns talheres e preparamos tudo pro almoço... Ai começa tudo de novo... Muitos deles não conseguem levantar da cama sozinhos... Levantamos, colocamos na cadeira de rodas, alguns precisam de um aparelho que levanta o paciente, muito legal... Nesse dia eu cantei, maquiei, conversei com muitas senhorinhas, às vezes não entendia bulhufas do que elas diziam e nem elas o que eu dizia, então estávamos em família hahahahaha. Foi muito gratificante pra mim esse dia, aprendi muita coisa... 

Nos outros dias eu fui para outros andares, nesses as pessoas são semi-autonomas e nao tem Alzheimer, mas tem outras patologias, cancêr, gastrostomia, sequelados de AVC... Tem uma senhora de 63 anos que está em um estágio avançado do Parckinson e ele sente muito cansaço por qualquer movimento que ela faça... Ela chamou na campanhia pq ela queria ir no banheiro... lá fomos eu e outra PAB uma senhora de mais de 50 anos, acreditem, aqui o povo mais velho trabalha mesmooo rsrssrrs. Indo até o quarto ela me fala: Olhe com essa senhora a gente precisa ser rápida, pq ela não pode se cansar pq se não ela perde a consciencia rápido, então a gente levanta ela e já senta logo, e pra limpar tem que ser muito rápido. Ok, eu disse.. Já fui nervosa né? vai que essa veia desmaia comigo?? hahaha, e essa PAB ela era toda elétrica... a veinha, não para um minuto, parecia uma formiga atômica haahahah. Lá fomos nós. Chegamos, levantamos a senhora, não levou nem 1 minuto ela em pé, e estou sentindo que ela estava caindo pro meu lado, eu digo: senhora, está tudo bem? Senhora, senhora... ela olha pra mim com o olho arregalado e desmaia, eitaaaaaaaaaa !!! A formiga atômica ficou doida!! Corria de um lado pro outro, e eu sozinha colocando a senhora pra sentar e falando calmamente: senhora, senhora, e coloco a mão no pescoço pra ver se tinha pulso, tinha... ótimo! Chego perto, vejo que está respirando, ótimo! E a formiga corria e gritava ... ela desmaiou!!!  ai !! ai !! e agora??? Eu quase grito: Se acalme mulher!! Se controle ! Vc está me deixando malucaaaaaa! Isso tudo levou uns 30 segundos. Para melhorar, a senhora começa a convulsionar. agora FODEEOOOO.... haahahahahah! A formiga pirou o cabeção. Eu perguntei a ela, ela convulsiona constantemente? Ela disse sim, ela toma medicação... e ficou correndo de um lado pro outro, hahaahah parecia uma doida... Eu disse a ela, se acalme, vai passar, precisamos só deixar a crise passar. Ela gritou, eu vou la no posto pegar uma toalha molhada pra colocar na testa dela!!!  A miserávi!!! Uma toalha? Pra que ?? E eu vou ficar a qui sozinha??? hahahaha... mas ela estava me deixando maluca já, correndo de um lado pro outro, quase que eu convulsiono de nervoso tbm, hahahaha. Ai eu disse: ok vai lá, e fiquei com a senhorinha esperando a crise passar, levou mais 1 minuto e pronto ela voltou e eu disse: está tudo bem, estou aqui com a senhora, a senhora se sente bem? Ela balançou a cabeça que sim, e ai a formiga chega que nem doida e taca a toalha de agua fria na testa da veia!! Pronto agora simmmmm ela vai ficar bem hahahahaha. Olhe gente, mais uma experiência boa pro meu caderninho da vida.... esse dia foi muito intenso pra mim ... hehehe. Mas vou parar por aqui e contar mais em outros posts, ainda tenho muitas histórias boas de lá pra contar.. esse post já ficou enorme!!

beijos fufucussss
Oniraci:)